Poluição de águas doces e salgada: rios, mares e oceanos



Saiba a importância da preservação das águas doces e salgadas e os males que a poluição leva a esses importantes ambientes naturais.

Desde os primeiros séculos o homem já tinha o habito de jogar seus detritos nos cursos de água e na natureza, tal ação contudo não causava transtornos, pois os rios lagos e oceanos possuem processo  autolimpante e de purificação, no entanto, o volume de detritos jogados nas águas foram crescendo consideravelmente, ultrapassando as capacidade de purificação dos rios, mares e oceanos. Então o antigo hábito que parecia um simples tornou-se em grandes problemas à manutenção da qualidade de vida, especialmente nas cidades.

Poluição dos rios

As águas doces (rios, etc.) do planeta encontram-se em condições de utilização cada vez mais escassa, em geral por causa da poluição. Já no início das civilizações as pessoas sempre se viram atraídos pelo curso da água. Normalmente a poluição dos rios dá-se pela contaminação de lixos orgânicos, incluindo as excreções humanas e dos animais, e resíduos agrícolas resultantes da decomposição das plantas que são lançados diariamente neles, em quantidades consideravelmente elevada. Outro fator que desencadeia o aumento da poluição dos rios segue por conta da vida urbana e a falta de tratamento adequado à água e principalmente aos esgotos, que trazem doenças gravíssimas, ao serem misturados aos rios.

A poluição de rios e lagos causadas por esgotos, agrotóxicos e poluentes lançado no leito dos rios

Poluição dos mares

Considerado como vazadouro natural, os mares são responsáveis por assegurar  os ciclos biológicos em larga medida, a absorção dos dejetos e a purificação das águas, no entanto,  atualmente devido à sociedade industrializada alcançamos um estado de desequilíbrio do meio marinho, e além do mar possuir uma grande capacidade de auto depuração, ele constitui um meio pouco favorável ao desenvolvimento da maioria dos germes patogênicos e com o lançamento incontrolado de águas utilizadas, provenientes de zonas urbanas, e os resíduos industriais, tornaram as águas costeiras num meio propício ao desenvolvimento de microrganismos patogênicos, exemplos de elementos que se manifestam no mar são vindos do produtos químicos usados em indústrias, tintas, metais pesados como chumbo, zinco, alumínio e mercúrio, entre diversos outros que dificulta o processo primordial para a vida no mar e consequentemente a população que depende dele.

Poluição dos oceanos

Quanto à poluição dos oceanos são vários os fatores que contribuem negativamente, mas uma das principais preocupações se dá ao petróleo, que vem sendo lançando nas águas em quantidades muitíssimo elevada, é claro que não propositalmente, o que daria em danos na economia do país, mas devido aos navios que por serem em grande números causam acidentes em que ocorre vazamento de toneladas de petróleo, todas na água. Para esclarecer um pouco mais essa grande preocupação, saiba que o petróleo libera nas águas incalculáveis quantidades de hidrocarbonetos, que se oxidam com muita facilidade e liberam altas quantidades de calor.

As principais fontes poluidoras  dos rios, mares e oceanos são:

As águas residuais urbanas, que contêm os resíduos colectivos resultantes da vida quotidiana. O seu volume está em aumento constante, chegando em certas cidades a atingir os 600 litros por habitante e por dia, o que significa cerca de 50 quilos de substâncias secas e sólidas por habitante e por ano;

As águas de origem industrial, que são a principal fonte de poluição das águas dos rios. A maioria das unidades industriais utiliza água em quantidade variável nos diferentes processos de fabrico. Os principais fatores poluentes são o petróleo, o carvão, as indústrias químicas e as que utilizam como matéria-prima a celulose;

A poluição de origem agrícola, proveniente essencialmente de certos produtos utilizados na agricultura, como os adubos, inseticidas e dejetos de origem animal.

Pela lavagem clandestina, ou seja, não autorizada, de barcos no alto mar, que largam combustível;

Pelos resíduos nucleares radioativos, depositados no fundo do mar;

Pelos naufrágios dos petroleiros, ou seja, acidentes que causam o derrame de milhares de toneladas de petróleo, sujando as águas e a costa e matam toda a vida marinha – as chamadas marés negras

Fontes uteis:
http://defpraiasmatosinhos.no.sapo.pt/Poluicao.htm
http://www.infopedia.pt/$poluicao-dos-mares-e-oceanos
http://biologiaambiental-ufal2008.wikidot.com/poluicao-da-agua




Divulgue este artigo:

2 respostas para “Poluição de águas doces e salgada: rios, mares e oceanos”

  1. clarinha 110 disse:

    amei este site e legal de +!!!!!!!!!!toda vez que eu for fazer uma pesquisa vou entrar neste site

  2. maria clara disse:

    gostei deste site!!!!!!agora e esse

Deixe uma resposta

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.





educacao.cc // 2011-2013 // Deus seja Louvado