Reciclagem de lixo e usinas de tratamento de lixo



A reciclagem do papel é a que gera maiores benefícios para o meio ambiente e para o homem. Reciclagem de alumínio, plásticos, vidro, papel e papelão.

Na década de 1980 foi constatado que algumas matérias-primas não renováveis estavam se esgotando ou se esgotariam, entre elas estavam o petróleo. Foi a partir dai que a ideia da reciclagem começou a ser considerada. No Brasil a reciclagem encontrou um forte aliado, a economia. Muitas pessoas trabalham com a reciclagem não porque esteja assim tão preocupado com o meio ambiente, mas porque dá lucro fazer reciclagem. Seja lá qual for a motivação, o fato é que hoje reciclamos muito, porém este muito ainda significa um percentual pequeno diante de tudo que pode ser reciclado no Brasil.

Usinas de tratamento do lixo

Mas de nada adianta reciclar se não há aproveitamento desses materiais. As usinas de tratamento de lixo são locais onde o lixo é separado, isto quando não houve uma coleta seletiva eficiente, para ser direcionado à indústria que o transformará em novo produto ou para os aterros sanitários quando não houver possibilidade de recuperação.

usina de lixo ou Unidades de Reciclagem Energética de Resíduos Sólidos Urbanos (URE), que são usinas destinadas a transformar o lixo em energia

Outro tipo de usina de lixo que tem sido discutido são as Unidades de Reciclagem Energética de Resíduos Sólidos Urbanos (URE), que são usinas destinadas a transformar o lixo em energia. Segundo a economista Mirian Gasparini, a geração de energia do lixo é uma tecnologia testada e comprovada. Considerada uma energia limpa, ela reduz a dependência de combustíveis fósseis e complementa a reciclagem.

A economista destaca ainda o quanto apenas um quilo de lixo pode gerar em energia:

  • secador de cabelos por 24 minutos
  • máquina de lavar por  20 minutos
  • geladeira por 2 horas e 52 minutos
  • TV por 5 horas e 45 minutos
  • forno elétrico por cerca de 22 minutos
  • ferro elétrico por 43 minutos
  • computador por 5 horas

Parece meio estranho pensar que o lixo pode ser transformado em energia, porém é uma tecnologia testada e aprovado e que no Brasil traria benefícios enormes benefícios, já que além de evitar que resíduos voltem para o meio ambiente ainda teríamos uma fonte energética alternativa. Desta forma os benefícios são ambientais e econômicos.

Como é feito a reciclagem do lixo

A coleta seletiva do lixo constitue em separar o lixo em grupos distintos, cada um com tipos de lixo correspondente com sua classificação

Primeiro é preciso estabelecer um processo de coleta seletiva que poderá ser feito em residências ou nas empresas. Depois é necessário que os serviços de retirada do lixo considere a classificação feita, ou seja, não adianta coletar e separar em casa se o caminhão que retira o lixo for misturar tudo. Algumas cidades do Brasil já fornecem o serviço de coleta seletiva nas residências. Essas cidades são: Curitiba (PR), Itabira (MG), Londrina (PR), Santo André (SP), Santos (SP), Diadema (SP) e Goiânia (GO).

Por fim é preciso que haja uma usina ou cooperativa de tratamento deste lixo. O lixo separado nas usinas receberão a destinação correta.

Referências:
http://jornale.com.br/mirian/?p=6760
http://pt.wikipedia.org/wiki/Reciclagem_de_lixo




Divulgue este artigo:

Deixe uma resposta

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.





educacao.cc // 2011-2013 // Deus seja Louvado