O que são Direitos Humanos e a Declaração Universal



Declaração Universal dos Direitos Humanos e os direitos civis, políticos, sociais, culturais e econômicos, direito à vida, à alimentação, entre outros.

A questão dos direitos humanos teve seus primeiros registros no século XVIII com as expressões de igualdade e liberdade dos americanos e franceses, e ao fim da II Guerra Mundial, os direitos humanos tomaram maior importância, pois como a humanidade se estava totalmente escandalizada com o que foi o genocídio e a ação de países nazistas onde resultaram em mais de 45 milhões de vitimas, os paises queriam por fim a isto, e em 1948 a ONU aprovou a Declaração Universal dos Direitos Humanos, em que constituía os direitos civis, políticos, sociais, culturais e econômicos e afirmou que esses são direitos universais, indivisíveis e interdependentes.

A partir desse acontecimento toda sociedade é regida por direitos humanos, mas ainda existem grandes discussões sobre o que realmente pode ser entendido por direitos humanos, muitos filósofos e juristas definem direitos humanos como sendo equivalentes a direitos naturais, ou seja, aqueles que são inerentes ao ser humano, enquanto outros filósofos preferem definir direitos humanos como sinônimos de direitos fundamentais, que trata de um conjunto normativo que resguarda os direitos dos cidadãos, entre os direitos humanos fundamentais estão incluídos o direito à vida, à alimentação, à saúde, à moradia, à educação, direito ao afeto, entre tantos outros considerados indispensáveis para a vida em sociedade do ser humano.

Direitos humanos e os direitos de igualdade entre as pessoas

Tem-se ainda que todo ser humano ao nascer deve estar assegurado as principais e mínimas condições para fazer parte da sociedade com cidadão que são, os direitos à alimentação, educação, moradia e saúde são direitos insupríveis ao ser humano, ou seja, nada pode substituir essas necessidades que todo ser humano necessita e tem direito, assim como também todo ser humano possui o direito de liberdade e não pode ser obrigado a ações que não queira realizar ou participar  e não pode também obrigar outra pessoa a fazer, pois liberdade também é um direito do ser humano.

Outra questão que não pode deixar passar é quanto a quem os direitos humanos se destinam, muitos acreditam que apenas parte da sociedade usufrui de tais direitos, mas na verdade seja homem, mulher, de qual nacionalidade pertence, qual cor da pele possui, se é rico ou pobre, profissão, critérios políticos, e muito menos a qual religião segue, os direitos humanos está destinado a todos os seres humanos, independentemente de qualquer coisa ou característica que possua, todos usufruem dos direitos humanos e o tem o direito de lutar para adquiri-los.

Direitos Humanos e a declaração universal dos direitos humanos

Consta na Declaração Universal dos Direitos Humanos em seu artigo primeiro que “todos os seres humanos nascem livres e iguais em dignidade e direitos”, e ainda que todo cidadão deva agir uns com os outros “com espírito de fraternidade”, o que nos diz que todos temos direitos e devemos respeitar isto, pois somente assim conseguiremos promover a vida em sociedade, sem discriminação de classe social, de cultura, de religião, de raça ou de etnia, e para que exista realmente a igualdade de direitos humanos, é preciso respeito às diferenças.

Sabe-se que existem os direitos humanos par recorrer quando considerar afetado direta ou indiretamente qualquer direito que possua, mas é importante também respeitar os seus deveres como cidadão. Você considera que a criação dos direitos humanos foi uma boa solução para se ter a organização das sociedades no mundo? E que cada um pode fazer para que a igualdade de direitos funcione?

Fontes úteis:
http://www.dhnet.org.br/direitos/textos/oquee/index.html
http://www.mundovestibular.com.br/articles/4606/1/DIREITOS-HUMANOS/Paacutegina1.html




Divulgue este artigo:

Deixe uma resposta

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.





educacao.cc // 2011-2013 // Deus seja Louvado