Diferença entre poema e poesia, prosa e verso



Veja as diferenças entre poema lírico, narrativo e dramático. O que é poesia, verso e prosa. Veja as definições e comparação entre eles na língua portuguesa.

A poesia brasileira tem suas raízes na literatura portuguesa. Muito da sensibilidade artística brasileira é fruto da influência que os portugueses exerceram na formação cultural do país. Mas qual seria a diferença entre poema, poesia, prosa e verso? Para entender melhor detalhou-se cada uma a seguir:

Poesia

É a linguagem subjetiva, um aspecto imaterial, com emoção com um constante ritmo melódico, indefinível e belo como o mundo interior do poeta. Seu objetivo é o de produzir emoção a linguagem poética, sob o aspecto auditivo e melódico se caracteriza pelo ritmo, bem mais acentuado que na prosa e pela eventual utilização da rima. Na poesia ocorre a expressão do mundo interior do poeta, construída numa linguagem altamente conotativa, escrita na maioria das vezes em versos.  Esses textos de teor poético podem apresentar-se também sob forma de prosa.

Verso

É a reunião de sílabas poéticas. Forma uma linha de poema obedecendo a determinadas regras de harmonia e ritmo. Podem ser classificados de acordo com o número de sílabas, como o decassílabo (10 sílabas), redondilho maior (sete sílabas) ou redondilho menor (5 sílabas), entre outros.  Mas podem ser livres, ou seja, sem nenhuma preocupação com a contagem de sílabas poéticas

Poema

Uma composição literária com característica literária poéticas, no qual pode ser construído de vários temas. É demonstrada em forma de versos. Possui um aspecto concreto, visível, o qual se destaca da maneira como se dispõe numa página. Os versos possuem ritmo, podendo ou não ter rimas, de acordo com o período literário da obra. A maneira em que os versos se arranjarem num poema farão a diferença entre um poema e uma prosa.

Exemplo de um poema de Carlos Drummond de Andrade, em que o autor retrata seus sentimentos, sua própria alma a começar pelo próprio título:

Poesia

“Gastei uma hora pensando um verso
Que a pena não quer escrever.
No entanto, ele está cá dentro
Inquieto e vivo.
Ele está cá dentro
E não quer sair,
Mas a poesia deste momento
Inunda minha vida inteira”

Existem três tipos de poemas:

Poema Lírico: O autor expressa sua visão pessoal ante ao mundo em que vive. Nele anuncia o que vê, ouve, sente e pensa. Alguns possuem musicalidade, ritmo e rima marcantes semelhantes a alguns tipos de música. Exemplo: Baladas, hinos, idílios, odes e sonetos.

Poema Narrativo: Nele conta-se uma história extensa, com ambientes, personagens, episódios. Um exemplo maravilhoso de poema narrativo da língua portuguesa é os Lusíadas de Luís de Camões. Incluem as baladas, fábulas e epopéias.

Poema Dramático: Muito parecido com o poema narrativo, difere-se apenas porque esta história é narrada em forma de falas, diálogos dos personagens. Algumas peças de teatros escritas em versos podem ser consideradas como poesias dramáticas.

Prosa

Um texto que apresenta uma análise um comentário, uma narração ou uma descrição basicamente criada em linguagem denotativa. É uma forma escrita contínua. A prosa em seu sentido literário deve ser entendida em confronto com o conceito de poesia. A prosa designa um texto onde o autor se preocupa em criar uma representação por meio de personagens do mundo interior, interagindo num determinado espaço e durante certo tempo. À prosa literária dá-se o nome de prosa narrativa ou prosa de ficção, que se realiza no romance, na novela e no conto. Um exemplo: Os diversos contos de Ligia Fagundes Telles.




Divulgue este artigo:

Deixe uma resposta

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.





educacao.cc // 2011-2013 // Deus seja Louvado