Preposição essenciais, acidentais e contração



Veja o artigo explicando o que é preposição em língua portuguesa e as suas classificações em essenciais, acidentais e contração. Leia o artigo e entenda.

Preposição é uma palavra inflexível que liga um termo de uma frase a outro, tornando o segundo subordinado ao primeiro. A preposição pode ligar um substantivo a outro substantivo, um verbo a um substantivo, um adjetivo a um substantivo entre outros.

As preposições podem ser essenciais, acidentais, por contração.

Preposição essenciais

As essenciais são as que exercem a função de preposição. São essas: a, ante, até, após, com, contra, de, desde, em entre, para, por, perante, sem, sob, sobre.

Exemplos:

  • O vento sopra sobre a Vila.
  • Aguardo com alegria sua chegada.
  • Aconteceu em março deste ano.

Preposição acidentais

As acidentais são as palavras que além de exercerem a função de preposição também e podem ter outras funções morfológicas. As principais: exceto consoante, durante, mediante, afora, fora, segundo, tirante, visto, senão.

Exemplos:

  • O ministro agiu segundo as orientações do presidente.
  • Ou você me obedece senão vai ficar de castigo.

Preposição por contração

Existem as preposições formadas pela contração, ou seja, quando há perda fonética:

  • de + o = do
  • de + um= dum
  • desta = de + esta
  • no = em + o
  • neste = em + este

Exemplos:

  • Agora é a hora do intenso tráfego.
  • Há muitas pessoas no estádio hoje.
  • Neste ano quero paz no meu coração.

Como também as preposições formadas por combinação, juntando com outras palavras sem perder nenhum componente fonético:

  • a + o= ao
  • a + os= aos
  • a + onde= aonde

Isto está certo ao passo que aquilo não.

Aonde quer que você vá te seguirei.

Importante saber:

Existem frases em que não se pode contrair a preposição “de” com o artigo. Quando o artigo iniciar o sujeito do verbo, ou o pronome ele ou ela. Por exemplo, na frase: Aquilo não depende do prefeito decidir, está errada. O certo é: Aquilo não depende de o prefeito decidir. E esta frase também está errada: Aquilo não depende dele decidir. O certo: Aquilo não depende de o prefeito decidir, ou de ele decidir.

Há também as locuções prepositivas. São duas palavras ou mais que juntas desempenham a função de uma preposição. Nesta união, a última palavra é a preposição.

Exemplos:

  • a par de
  • apesar de
  • através de
  • ao lado de
  • junto a
  • de acordo com
  • graças a
  • a despeito de

As preposições podem formar várias relações entre as palavras:

  • Lavou o azulejo com a esponja (por instrumento).
  • Catarine casou com Gustavo (por companhia).
  • A mãe chorava de tristeza (por causa).
  • O celular de Lucas é antigo (por causa)



Divulgue este artigo:

Leia também:

Deixe uma resposta

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.





educacao.cc // 2011-2013 // Deus seja Louvado