Limites de Velocidades nas vias urbanas, estradas e rodovias



Conheça os limites de velocidades que podem ser atingidos nas cidades, estradas e rodovias do Brasil de acordo com o Código Brasileiro de Trânsito.

A velocidade na hora de enfrentar determinadas vias é necessário se prender não apenas nos limites de velocidades que foram estabelecidos pelo Código de Trânsito Brasileiro, mas também é necessário ter sensatez e se adequar de acordo com a situação em que elas se encontrarem, os municípios, estados e órgãos responsáveis por determinada área de trânsito possuem autonomia para identificar essas exceções, pois o CTB estabeleceu limites para que se pudesse ter uma lei em que se apoiar e conscientizar os condutores da velocidade em que devem estar, para ter uma maior segurança, muitos seguem a risca a lei e outros fingem que ela nem existe.

Regras para limites de velocidades

  • Vias urbanas – o limite de velocidade está estabelecido em 60 km/h nas, vias arteriais é elevado demais. Admite-se geralmente que a velocidade não deve exceder 50 km/h neste caso.
  • Nas rodovias – o limite de velocidade é de 110 km/h que  deveria ser aplicado apenas nas rodovias com pista dupla, sem interseções em nível, sem acessibilidade aos lotes lindeiros e sem travessia de pedestres em nível, por ser uma velocidade elevada.
  • Nas estradas – o limite de velocidade permitido nas estradas é de 60 km/h

Limites de velocidades nas vias terrestres segundo o Código Brasileiro de Trânsito

Veja abaixo detalhadamente os Limites de velocidade definidos pelo CTB, Artigo 61.

Art. 61. A velocidade máxima permitida para a via será indicada por meio de sinalização, obedecidas suas características técnicas e as condições de trânsito.

§ 1º Onde não existir sinalização regulamentadora, a velocidade máxima será de:

I – nas vias urbanas:

a) oitenta quilômetros por hora, nas vias de trânsito rápido:

b) sessenta quilômetros por hora, nas vias arteriais;

c) quarenta quilômetros por hora, nas vias coletoras;

d) trinta quilômetros por hora, nas vias locais;

II – nas vias rurais:

a) nas rodovias:

1) 110 (cento e dez) quilômetros por hora para automóveis, camionetas e motocicletas; (Redação dada pela Lei nº 10.830, de 2003)

2) noventa quilômetros por hora, para ônibus e microônibus;

3) oitenta quilômetros por hora, para os demais veículos;

b) nas estradas, sessenta quilômetros por hora.

§ 2º O órgão ou entidade de trânsito ou rodoviário com circunscrição sobre a via poderá regulamentar, por meio de sinalização, velocidades superiores ou inferiores àquelas estabelecidas no parágrafo anterior.

Radar: Equipamento para aferição da velocidade dos veículos nas cidades e rodovias

Multas e quantidades de pontos para infração de limites de velocidades

1. Transitar em rodovias em velocidade acima de 20% da máxima permitida, ou a mais de 50% da máxima permitida em vias públicas, considerado multa gravíssima – Multa de R$ 492 e suspensão do direito de dirigir

2. Participar de racha ou pega – Multa gravíssima – Multa de R$ 518,99, suspensão do direito de dirigir, apreensão e remoção do veículo e recolhimento do documento de habilitação.

As leis de velocidade de trânsito em vias urbanas, estradas e rodovias foram criadas com a finalidade de organização do trânsito e diminuição de acidentes e fatalidades ocorridos diariamente em grande escala. Você tem alguma dica para todos os condutores para que sigam esses limites estabelecidos?

Fontes úteis:
http://www.vias-seguras.com/comportamentos/contra_o_excesso_de_velocidade/limites_de_velocidade
http://bestcars.uol.com.br/colunas2/q178.htm




Divulgue este artigo:

Deixe uma resposta

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.





educacao.cc // 2011-2013 // Deus seja Louvado