Como ocorre os terremotos. Vídeo do terremoto no Japão e Haiti

Entenda como acontece um dos fenômenos naturais mais destrutíveis da terra, o terremoto. Veja um vídeo impressionante do terremoto no Japão.

Imagine-se andando na rua e de repente você começa a sentir o chão tremer? O desespero toma conta de você, principalmente porque você está em uma região que pode mesmo a qualquer momento acontecer um terremoto.

Em regiões como Japão, Estados Unidos e Caribe, principalmente em regiões como ilhas e ilhotas, como é o caso do Japão, a ocorrência de terremotos é maior dado o número de vulcões em atividade e o número de placas tectônicas defeituosas.

Sobre os terremotos

Mas afinal o que são os terremotos? Terremotos ou abalos sísmicos são tremores que ocorrem na superfície da terra. Os terremotos são fatos naturais e que acontece praticamente o tempo todo, sendo que geralmente a movimentação das placas tectônicas nem são sentidas.

Como os terremotos acontecem

Os terremotos acontecem ou por atividade vulcânica, ou falhas geológicas de uma região ou pelo encontro das placas tectônicas que estão sempre em movimento. Estudos baseados na teoria da Deriva Continental mostra que a terra possui uma crosta terrestre com uma camada rochosa bem fragmentada formando assim vários blocos que são as placas tectônicas.

Esses blocos são gigantescos e por estarem em constante movimentação, as vezes se afastam ou se aproximam, causando zonas de divergências ou convergências.

Quando há o encontro das placas é que acontece o terremoto, e isso pode ocorrer quando uma placa mais pesada entra por debaixo de uma menos densa, causando um acúmulo de pressão e descarregando energia que se propaga e forma os abalos sísmicos.

Aonde acontece o encontro das placas tectônica o nome que se dá é hipocentro, ou seja no interior da terra, já quando acontece na superfície se dá o nome de epicentro. Os terremotos podem ser previstos através de um aparelho chamado sismógrafo, que consegue saber exatamente aonde está acontecendo uma movimentação de placas tectônicas e se há perigo de haver um terremoto na superfície.

Como foi dito anteriormente, alguns locais do mundo como o Japão, as placas tectônicas estão em constante movimentação e um terremoto pode acontecer a qualquer momento na superfície e causar a morte de milhares de pessoas e a destruição de várias cidades e edificações.

Terremoto no Japão

Países como o Japão, por terem passado por tantos problemas com terremotos, começaram a investir em edifícios mais seguros e preparados para o caso de haver abalos, tanto que nos últimos grandes terremotos no país, poucos edifícios foram atingidos e muitas mortes evitadas.

Além disso, os grandes centros políticos e econômicos do mundo que sofrem com catástrofes naturais investem muito dinheiro em tecnologias para a prevenção de morte. Eles possuem diversos cientistas trabalhando o dia todo a fim de verificar possíveis catástrofes que atingiram o país. Quando alguma é detectada pelo sensor, a população é avisada e evacuada das áreas de grande risco.

Veja abaixo um impressionante vídeo do tsunami causado pelo terremoto no Japão.

Terremoto no Haiti

Já em países com poucos recursos financeiros como o Haiti, a situação é deplorável. No último terremoto que aconteceu na ilha em 2010, matou mais de 300 mil pessoas e ainda sofreu semanas depois um maremoto, que também é provocado por abalos sísmicos mas no mar, destruindo por completo uma vila de pescadores haitianos.

Veja abaixo um vídeo do terremoto que castigou o Haiti.



 


Leia também:


    Warning: mysql_query(): Access denied for user 'educacaocc'@'localhost' (using password: NO) in /var/www/vhosts/educacao.cc/httpdocs/wp-content/themes/educacao/single.php on line 65

    Warning: mysql_query(): A link to the server could not be established in /var/www/vhosts/educacao.cc/httpdocs/wp-content/themes/educacao/single.php on line 65

    Warning: mysql_fetch_array() expects parameter 1 to be resource, boolean given in /var/www/vhosts/educacao.cc/httpdocs/wp-content/themes/educacao/single.php on line 69

Deixe uma resposta





educacao1.com.br // 2011-2015 // Deus seja Louvado // Política de Privacidade