Curso superior uma vez por semana é bom?

Esses cursos são legais e tem respaldo do Ministério da Educação no Brasil? Em que eles são diferentes dos demais e como avaliar se ele é bom para uma pessoa ou não. Veja o artigo.

Qualquer pessoa que se inscreva em um curso superior espera que ele seja bom e para isso busca todas as informações possíveis para fazer a escolha certa. Contudo alguns cursos, faculdades ou modalidades de ensino são sempre questionadas por as vezes fugir daquilo que as pessoas conhecem e entendem por ser convencional e comum, é o caso dos cursos superiores uma vez por semana. Será que eles são bons? Veja três considerações:

São legais

Acredito que quando uma pessoa faz referência a um curso superior de uma vez por semana, ele esteja se referindo a educação a distância que no Brasil assumiu o modelo semipresencial onde parte das aulas e atividades são a distância e parte são presenciais, necessitando o aluno ir pelo menos uma vez por semana a um polo de apoio presencial designado pela instituição onde ele está matriculado e estudando.

A educação a distância nos cursos superiores é legal e você poderá conferir neste link a legislação no site do Ministério da Educação.

Há flexibilidade de tempo para estudar,podendo encaixar os estudos na rotina (e não contrário), o aluno EAD pode aproveitar melhor seu tempo e conciliar o dia a dia de emprego, cuidados com a casa, filhos, etc.

Fora que as mesnsalidades são mais em conta que a dos cursos presenciais,e o diploma de um curso EAD vale quanto ao de um curso presencial.

São diferentes

Esses cursos contudo são diferentes e ai pode estar a causa das dúvidas das pessoas, afinal é comum pensar que se indo todos os dias na faculdade já é difícil de aprender, imagine indo uma vez por semana. Mas este pensamento não está correto, afinal você vai uma vez por semana na faculdade, mas estuda a semana inteira a distância. Estudar depende de nós e não necessariamente da instituição ou dos professores. Aquele modelo onde o professor fala e o aluno ouve, o professor acredita que está ensinando e o aluno imagina que está aprendendo já é bastante questionável, especialmente pelos educadores adeptos do modelo construtivista e tende a ficar cada vez menos popular daqui para a frente.

As avaliações no ensino EAD,podem ser entregues no Ambiente Virtual de Aprendizagem,no ensino presencial, as avaliações (provas e trabalhos) acontecem obrigatoriamente de forma presencial e na instituição de ensino.

No curso EaD, as aulas são gravadas pelos professores e os alunos podem acessá-las em qualquer dia ou horário.No caso do presencial os estudantes assistem as aulas na faculdade, juntamente com os colegas.

A interação entre alunos e professores na modalidade presencial é maior, já que se veem diariamente.Porém, no EaD, essa interação é menor, pois os compromissos presenciais são mais raros.

Exigem autonomia e dedicação

Contudo, para estudar no modelo a distância é preciso autonomia, isto é, saber estudar por conta própria. Embora não seja todas as pessoas que conseguem fazer isso é cada vez mais evidente que esta característica é muito importante para alunos do modelo EAD e que vão na faculdade uma vez por semana.

Por fim concluo que não é possível afirmar se os cursos são bons ou não, afinal são os mesmos cursos, já o modelo de educação a distância é bom para uns e detestável para outros e para descobrir isso você precisa fazer algumas perguntas para si mesmo, como?

  • Consigo estudar por conta própria
  • Tenho autonomia naquilo que faço?
  • Questiono o que ouço ou vejo e procuro entender se há outros pontos de vista a ser analisado?
  • Tenho tempo para me dedicar ao estudo em casa?
  • Estou disposto a abrir mão de atividades que irão concorrer com os estudos em casa, como TV, internet, celular, entre outros?

Fonte: https://www.ead.com.br/ead/5-dicas-para-estudar-por-conta-propria.html

Fonte: https://www.ead.com.br/ead/perfil-do-aluno-ead.html



 






educacao1.com.br // 2011-2015 // Deus seja Louvado // Política de Privacidade