Faculdade de Engenharia Sanitária. Profissão, mercado e dicas

Conheça um pouco sobre o mercado de trabalho de Engenharia Sanitária, as informações sobre o Curso Superior de Engenharia Sanitária e a regulamentação da profissão.

Na hora de escolher uma profissão, muita gente fica perdida entre as ramificações que existem dentro de uma única área, como o caso da Engenharia, que possui mais de 34 cursos.

Quem opta pela Engenharia Sanitária terá como função preservar e cuidar de recursos naturais, além, é claro, de preservar a saúde humana, fazendo com que os danos causados ao meio ambiente pela ação dos homens seja o menor possível, próximo a zero.

O bacharel em engenharia sanitária deverá realizar os processos de projeção, construção e também gerenciamento de toda a operação realizada em sistemas de distribuição e obtenção de produtos naturais como a água, inclusive de sua coleta, além dos processos de reciclagem, tratamento de esgoto, descarte de lixo, entre outros.

Função do engenheiro

Além de tudo isso também é função do engenheiro sanitário avaliar a poluição do ar, da água e do solo, o descarte de resíduos de esgoto de indústrias e seus impactos ambientais, a construção de residências em área de risco como mananciais, encostas e morros.

Durante o curso, o futuro engenheiro sanitário passará pelas disciplinas voltadas às áreas de biologia e ciências exatas, como química, física, geologia, ecologia, topografia, hidrologia, hidráulica, cálculo de emissões na atmosfera, tratamento de resíduos, hidráulica ambiental e também avaliação de impactos ambientais.

Sobre o mercado de trabalho de Engenharia Sanitária

O trabalho de um engenheiro sanitário é de extrema importância para o mercado de trabalho brasileiro e também para nossa saúde, isso porque é esse profissional que fiscalizará se as empresas estão de acordo com a lei em seus descartes de lixo e esgoto e também qual o impacto ambiental de cada ação humana e industrial. O formado pode trabalhar no setor público ou privado.

Regulamentação da Profissão

A profissão de engenheiro sanitário é regulamentada pela lei de número 6.433, de 1977, que afirma que para exercer a função é preciso ser formado ou pós-graduado na área de engenharia sanitária por uma instituição reconhecida pelo Ministério da Educação e também ter registro profissional no CREA, o Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia. Sendo assim, a lei também afirma que é de atribuição do profissional organizar, planejar, dirigir, supervisionar e administrar toda e qualquer atividade sanitária e também de saúde pública coletiva, seja ela realizada na esfera pública ou privada de acordo com os parâmetros legais e regulamentos vigentes.

Onde estudar?

Veja abaixo as informações das instituições e locais onde o curso de Engenharia Sanitária pode ser encontrado no Brasil. Informações do Ministério da Educação.

FACULDADE/UNIVERSIDADECIDADE/UFNOTA DO MEC
FACULDADE DOM BOSCO DE PORTO ALEGREPORTO ALEGRE/RS2,65
UNIVERSIDADE CATÓLICA DOM BOSCOCAMPO GRANDE/MS2,31




 






educacao1.com.br // 2011-2015 // Deus seja Louvado // Política de Privacidade