Divisões da geografia: humana, populacional,política,médica e física.

Conheça as classificações da geografia, como a humana, populacional e política. Entenda esta ciência é importante para nossa vida.

» Página Inicial

A geografia é uma ciência que tem por fundamento o estudo do espaço, a superfície terrestre e fatores ligados às populações, modificações na fauna, flora e na natureza. Há diversas definições que podem ser aplicadas à geografia, visto que se trata de uma ciência muito ampla e abrangente. Neste artigo será mostrado três classificações da geografia: humana, populacional e política.

Geografia Humana

Dotada de uma ciência humana, a geografia humana trabalha com foco para o estudo e os detalhes do processo, se assim pode ser chamado, da interação que acontece entre a sociedade e o espaço, contribuindo de forma a tornar mais claro para o homem o espaço geográfico ao qual esta habitando, então a geografia humana é sobretudo, estudo do conhecimento e mudança humana sofrida dentro de seu espaço ao longo do tempo, bem como os reflexos tidos na sociedade em razão de tais mudanças obtidas pelo homem. Para se realizar um estudo sobre a geografia humana é preciso estar atento à alguns dados importantes para a obtenção de um resultado satisfatório e consistente. Entre esses dados a serem pesquisados e analisados se encontram:

Habitat, local meio, paisagem, região, território, entre outros.

A geografia humana consiste em vários campos subdisciplinares que se concentram em diferentes elementos da atividade e organização humana, por exemplo,geografia cultural,geografia econômica ,geografia da saúde , geografia histórica , geografia politicageografia populacional,geografia rural, geografia social ,transporte geografia e geografia urbana. O que distingue a geografia humana de outras disciplinas relacionadas, como desenvolvimento, economia, política e sociologia, é a aplicação de um conjunto de conceitos geográficos básicos aos fenômenos sob investigação, incluindo espaço, lugar ,escala,paisagem mobilidade e natureza Esses conceitos destacam a noção de que o mundo opera espacial e temporalmente, e que as relações sociais não operam independentemente do lugar e do ambiente, mas estão completamente fundamentadas nelas e através delas.

No que diz respeito aos métodos, a geografia humana usa a varredura completa demétodos quantitativos e qualitativos de todas as ciências sociais e humanas, consciente de usá-los para fornecer uma análise geográfica completa. Ele também coloca ênfase no trabalho de campo e de mapeamento (ver cartografia), e fez uma série de contribuições para o desenvolvimento de novos métodos e técnicas, nomeadamente nas áreas deanálise espacial, estatítica espacial, e GIScience.

O desenvolvimento de longo prazo da geografia humana tem progredido em conjunto com o da disciplina mais geral (veja a geografia). Desde a Revolução Quantitativa nos anos 50 e 60, a filosofia que  sustenta a pesquisa em geografia humana diversificou-se enormemente. Os anos 70 viram a introdução da geografia compornamental geografia radical e geografia humanista . Estes foram seguidos na década de 1980 por uma virada para a econônia politica , o desenvolvimento da geografia feminista e a introdução da teoria social crítica que sustenta a virada cultural. Juntas, essas abordagens formaram a base para o crescimento dageografia crítica e a introdução do pensamento pós-moderno e pós-estrutural na disciplina nos anos 90. Esses vários desenvolvimentos não substituíram totalmente as abordagens teóricas desenvolvidas em períodos anteriores, mas levaram a uma maior diversificação do pensamento geográfico. Por exemplo, a geografia quantitativa continua a ser uma área vibrante de conhecimento geográfico, especialmente através do crescimento da GIScience. O resultado é que o pensamento geográfico é atualmente de natureza altamente pluralista, com nenhuma abordagem dominando.

Dotada de uma ciência humana, a geografia humana trabalha com foco para o estudo e os detalhes do processo

Geografia Populacional

A geografia populacional enfatiza as interações homem-ambiente. Neste contexto, a Geografia da População examina as atividades humanas (meios de subsistência e não subsistência) que impactam os recursos naturais e as paisagens resultantes com ênfase no tamanho, distribuição, densidade, taxa de crescimento e migração da população. Relaciona-os à percepção de utilidade ambiental, vulnerabilidade (riscos) e degradação, a fim de identificar políticas e programas para o desenvolvimento sustentável. A metodologia da Geografia Populacional é influenciada por conhecimentos e habilidades em cartografia, Sistemas de Informação Geográfica (SIG), estatística, aplicação computacional e técnicas de trabalho de campo.

A geografia populacional se encontra dentro de uma das áreas estudadas pela geografia humana, em que seu foco está direcionado para analisar as variações espaciais em relação a distribuição, composição, migração e crescimento populacional inter-relacionados ao espaço. Entende-se então por geografia populacional o estudo demográfico, bem como as descrições dessa divisão populacional transformando de espaço pra espaço. Para se realizar uma pesquisa da geografia populacional é necessário se focar em determinadas questões voltadas para a relação existente na mudança do tempo e do espaço. Tais como:

A geografia populacional se encontra dentro de uma das áreas estudadas pela geografia humana

Geografia Política

Também existente dentro da geografia humana, a geografia política está voltada para o estudo da relação tida entre a política e o território, isto é, a forma que se realiza a organização política e territorial. Algum tempo depois de ser desenvolvida a geografia política passou a ser conhecida por geopolítica, e caracterizada sobretudo pelo modo ideológico que se pensava o Estado, direcionado aos próprios interesses, bem como as concepções teóricas do país. Os estudos eram direcionados a fim de interpretar o espaço do ponto de vista do estado, e a geografia política, o estado pela visão do espaço.A "política" refere-se não apenas à organização formal da vida política através do governo, eleições, partidos, etc., mas todos os aspectos da vida social que envolvem a governança ou onde algum grau de contenciosidade ou conflito possa surgir. Interpretada de forma mais ampla, portanto, a geografia política pode abranger todas as idéias sobre as relações entre geografia e política que se estendem para além dos contextos acadêmicos.Na década de 1960, a geografia política foi reenquadrada em termos de estudos políticos a partir de perspectivas espaciais, com eleições, fronteiras e organização administrativa subnacional entre seus assuntos (ver geografia eleitoral ciência espacial). Um problema central, por exemplo, foi o efeito das fronteiras internacionais na interação espacial. O impacto dos distúrbios culturais e políticos em todo o mundo no final da década de 1960 foi duplo. Por um lado, impelido pela geografia radical e informado pelomarxismo,feminismo e socialismo,áreas da geografia humana tornaram-se politizadas, ou seja, estavam mais atentas ao conflito e à diferença e preparadas para desafiar a ordem existente. Em certo sentido, a geografia humana, se não toda, pode ser descrita como política. A área específica de uma geografia política auto-descrita gozou de um renascimento.

Westminster: Reino Unido é a mais importante monarquia na atualidade

Geografia médica

Uma importante "nova" área de pesquisa em saúde que é um híbrido entre geografia e medicina, que trata dos aspectos geográficos da saúde e da saúde. A geografia médica estuda os efeitos do local e do clima sobre a saúde. Destina-se a melhorar a compreensão dos vários fatores que afetam a saúde das populações e, portanto, os indivíduos. É também chamado de geografia da saúde.

A ideia de que lugar e localização podem influenciar a saúde não é exatamente nova. É uma ideia antiga e fértil. Desde Hipócrates (por volta do século III aC), sabe-se que certas doenças, como a malária,ocorrem em alguns lugares e não em outras (e por boas razões). A malária não é uma doença dos cumes das montanhas. Ele se esconde nas terras baixas, onde os mosquitos se reproduzem e picam, para transmitir o agente parasita da doença - o plasmódio.

Uma peça clássica de pesquisa em geografia médica foi feita em 1854, quando a cólera,atingiu Londres. O número de mortos soava 24 horas por dia nas torres das igrejas. As pessoas temiam que estivessem sendo infectadas por vapores vindos do solo. Um médico chamado John Snow achou que, se conseguisse localizar a fonte da doença, ela poderia ser contida. Ele desenhou mapas mostrando as casas de pessoas que morreram de cólera e os locais de bombas de água. Ele descobriu que uma bomba, a bomba pública na Broad Street, era central para a maioria das vítimas. Ele imaginou que a água infectada da bomba era o culpado. Ele instruiu as autoridades a remover a alça da bomba, tornando-a inutilizável. O número de novos casos de cólera despencou. A bomba da Broad Street era a fonte da cólera.

No início do século 20, um casal de dentistas no Colorado percebeu que as crianças que viviam em áreas com altos níveis de flúor natural nas águas subterrâneas tinham menos cárie dentária. Sua descoberta do valor do flúor veio da aplicação da geografia médica (que, por ser a geografia dentária, pode ser melhor chamada de geografia da saúde).

Resultado de imagem para imagens de geografia médica

Geografia Física

A geografia física consiste em muitos elementos diversos. Estes incluem: o estudo da interação da terra com o sol, estações do ano, a composição da atmosfera, pressão atmosférica e vento, tempestades e perturbações climáticas,zonas climáticas,microclimas, o ciclo hidrológico,solos,rios e córregos,flora e fauna, intemperismo,erosão, perigos naturais,desertos,glaciares e lençóis de gelo, terrenos costeiros, ecossistemas, sistemas geológicos e muito mais.

Geografia física e sistemas físicos

Como consequência dessas mudanças, a geografia física afastou-se dos relatos indutivos dos ambientes e suas origens e para a análise de sistemas e processos físicos. O interesse pela fisiografia da superfície da Terra foi substituído por pesquisas sobre como o ambiente funciona.O exemplo mais claro dessa mudança veio em geomorfologia,que foi de longe o maior componente da geografia física.

Resultado de imagem para imagens de geografia física

Fonte:

https://pt.wikipedia.org/wiki/Geografia_humana

https://pt.wikipedia.org/wiki/Geografia_populacional

https://pt.wikipedia.org/wiki/Geografia_pol%C3%ADtica

 


 
Veja também: