Origem da língua inglesa e países onde o inglês é falado

Veja a história do idioma inglês, como ele começou e os três períodos que determina as divisões da língua inglesa como o antigo, médio e moderno. Veja a lista dos países onde se fala inglês.

A história do idioma Inglês começou quando três tribos germânicas invadiram a Grã-Bretanha durante o século 5. Essas tribos, os anglos, os saxões e os jutos, atravessaram o Mar do Norte, onde hoje é a Dinamarca e norte da Alemanha. Naquele tempo, os habitantes da Grã-Bretanha falavam a língua celta. Com a invasão os celtas tiveram que fugir para o oeste e norte mais precisamente para a região onde fica hoje o País de Gales, Escócia e Irlanda.

A língua inglesa se divide em três fases: O Inglês Antigo, o Médio e o Moderno.

Inglês Antigo (450-1100 dC)

As tribos germânicas falavam línguas semelhantes e na Grã-Bretanha desenvolveu o que chamamos de Inglês Antigo. Esse não se parece muito com o inglês falado hoje, mas mais da metade das palavras usadas diariamente vieram do inglês antigo. Os ingleses, americanos e outros nativos da língua inglesa teriam grande dificuldade em entender o inglês antigo. No entanto, cerca de metade das palavras mais usadas e no inglês moderno tem raízes no antigo. As palavras “be”, “strong” e “water”, por exemplo, originam dele.

Inglês Médio (1100-1500)

Por volta do ano 106, William o Conquistador, duque da Normandia (parte da França moderna), invadiu e conquistou a Inglaterra. Os novos conquistadores (chamados normandos) trouxeram com eles a língua mãe do francês, tornando-se a língua oficial da Corte Real, das classes dominantes e de negócios. Por um período, houve uma espécie de divisão das classes lingüísticas. E ficou assim: as classes mais baixas falavam o inglês e as classes superiores falavam francês. No século 14 o inglês tornou-se dominante na Grã-Bretanha novamente, mas com muitas palavras francesas acrescentadas.  Essa linguagem ficou denominada Inglês Médio. Era a língua do grande poeta Chaucer (c1340-1400), mas ainda assim não seria uma língua de fácil entendimento hoje.

Inglês Moderno (1500-1800)

O final do Inglês Médio ocorreu com uma súbita e significativa alteração na pronúncia (a Grande Mudança Vocálica), mais especificamente com vogais sendo pronunciadas com som mais curto. A partir do século 16, o britânico teve contato com muitos povos de todo o mundo.

Um exemplo famoso do Inglês Moderno é Hamlet famoso pelo “Ser ou não ser” escrito por de Shakespeare.

O Renascimento fez com que muitas novas palavras e frases entrassem na língua. A invenção da imprensa também teve grande significado, pois agora havia mais uma linguagem comum na impressão. Os livros se tornaram mais baratos e mais pessoas aprenderam a ler. A impressão também trouxe padronização para o Inglês. A ortografia e gramática tornaram-se fixas, e o dialeto de Londres, onde a maioria das casas editoriais ficava, tornou-se o padrão. Em 1604 o primeiro dicionário inglês foi publicado.

Hoje, o inglês americano é particularmente mais influente, devido a dominância dos EUA no cinema, televisão, música popular, comércio e tecnologia (incluindo a Internet). Mas há muitas outras variedades de Inglês em todo o mundo, incluindo, por exemplo, Inglês australiano, Inglês da Nova Zelândia, Inglês canadense, Inglês Sul Africano e Indiano.

Lista de países com o inglês como língua nativa:

Estados Unidos, Reino Unido, Canadá, Austrália, Nigéria, Irlanda, África do Sul e Nova Zelândia. Jamaica, Filipinas e Nigéria possuem milhões de pessoas que falam dialetos de base inglesa, como também falam o inglês moderno. A Índia tem o inglês como segunda língua e segundo dados recentes, possui mais pessoas que falam ou entendem inglês do que qualquer outra nação.

Devido a influencia americana, o uso nos negócios e transações comerciais, intercâmbios estudantis, possuir uma gramática e pronúncia não muito difíceis, aprender  inglês tornou-se praticamente obrigatório na grande maioria dos países sendo possível encontrar falantes da língua em todos os continentes.

Se você for às montanhas da Sibéria ou ao Pólo Sul e encontrar um ser humano qualquer, é bem provável que falando um pouco de inglês, um ou o outro acabará se entendendo. Então, se você ainda não sabe nem o verbo TO BE, é bom começar a aprender para ser compreendido em qualquer parte do mundo.



 


Leia também:


    Warning: mysql_query(): Access denied for user ''@'localhost' (using password: NO) in /var/www/vhosts/educacao.cc/httpdocs/wp-content/themes/educacao/single.php on line 65

    Warning: mysql_query(): A link to the server could not be established in /var/www/vhosts/educacao.cc/httpdocs/wp-content/themes/educacao/single.php on line 65

    Warning: mysql_fetch_array() expects parameter 1 to be resource, boolean given in /var/www/vhosts/educacao.cc/httpdocs/wp-content/themes/educacao/single.php on line 69

Deixe uma resposta





educacao1.com.br // 2011-2015 // Deus seja Louvado // Política de Privacidade