Como abreviar horas e minutos, professora e outras abreviações

Conheça as regras para abreviação de horas, minutos, professor e outras palvras que podem ser abreviadas. Veja algumas limitações e cuidados na hora de abreviar.

Devido à modernidade, globalização e a expansão mundial da internet, que se tornou uma poderosa ferramenta e meio de comunicação, muita coisa mudou e as abreviações tomaram conta do mundo virtual através de salas de bate papo, e-mails e chats.

Contudo, essas abreviações têm ultrapassado a barreira virtual e invadido a realidade, em salas de aulas, ambientes de trabalhos e correspondências em geral, o que preocupa os professores de toda rede de ensino. Então algumas regras devem ser levadas em conta, respeitando a gramática da língua portuguesa.

Existe uma norma geral para abreviações das palavras que consiste em reduzir a quantidade de letras ou diminuir um texto, mas o sentido não pode ser corrompido. Veja abaixo algumas dessas regras para que se continue respeitando as normas gramaticais. A Regra Geral de Abreviação consiste em:

A primeira sílaba da palavra a ser abreviada + a primeira letra da próxima sílaba (se for consoante) + o ponto de abreviação.
Exemplos: Minuto ou minutos = Min.
Adjetivo = Adj.

Se a primeira letra da segunda sílaba for uma vogal, não se corta a vogal, indo até a consoante. E caso a palavra possua acentuação, a mesma deve ser preservada.
Exemplos: Número = Núm.
Próximo = Próx.

Se a segunda sílaba da palavra também for consoante colocam-se as duas.
Exemplos: Decreto = Decr.
Construção = Constr.

Caso o ponto de abreviação esteja na palavra que finaliza uma frase, não é necessário ponto final.
Exemplo: Devido ao concurso estudei administração, matemática, português, etc.

Alguns estudiosos não aceitam a marcação em flexões das abreviaturas.
Exemplos: Professor ou Professora = Prof. (abreviação clássica)
Professora = Profª. (flexão ª para distinguir sexo feminino)
Professor = Profº.   (flexão º para distinguir sexo masculino)

Como para todas as regras há exceções, algumas palavras não se aplicam as regras apresentadas acima.
Exemplos: Horas ou hora = H.
Apartamento = Ap. ou Aptº
Companhia = Cia.
Pago = Pg.
Depois de Cristo = D.C

Abreviações são úteis, permitidas e reconhecidas pela gramática. Contudo, devem ser usadas com cuidado, sem exageros, principalmente em textos acadêmicos, documentos formais e redações. Porém, em textos informais não há restrições quanto ao seu uso.

Principalmente os jovens devem tomar cuidado com as abreviações. Com o uso da internet e por vivenciar muitas conversas informais por via de mensagens eletrônicas, acabam desenvolvendo um hábito de escrita. É preciso ter cuidado na escrita de abreviações informais para evitar punições pelo excesso de abreviações ou erros nelas em artigos da escola, faculdade e até redações para vestibulares. Na dúvida da abreviatura, não abrevie. Fica a dica.

Fontes: gramática da língua portuguesa e apostilas de português para concursos



 


Leia também:


    Warning: mysql_query(): Access denied for user ''@'localhost' (using password: NO) in /var/www/vhosts/educacao.cc/httpdocs/wp-content/themes/educacao/single.php on line 65

    Warning: mysql_query(): A link to the server could not be established in /var/www/vhosts/educacao.cc/httpdocs/wp-content/themes/educacao/single.php on line 65

    Warning: mysql_fetch_array() expects parameter 1 to be resource, boolean given in /var/www/vhosts/educacao.cc/httpdocs/wp-content/themes/educacao/single.php on line 69

Deixe uma resposta





educacao1.com.br // 2011-2015 // Deus seja Louvado // Política de Privacidade