Diferença entre Imigrante e Emigrante, Iminente e Eminente

Será que imigrante e emigrante é a mesma coisa? Qual seria a diferença entre iminente e eminente. Veja as explicações sobre essas dúvidas neste artigo.

Na língua portuguesa, como em todas as línguas, existem palavras que, por terem grafias semelhantes, causam as terríveis dúvidas na hora de escrevê-las. Tais palavras pertencem a um grupo chamado de parônimos. Assim, a paronímia é um fenômeno comum às línguas, e para não cair no erro de tomar gato por lebre, é necessário conhecer as funções de pequenos elementos formadores das palavras, que apesar de pequenos, revestem-se de significados e, portanto, fazem a diferença ao serem acrescidos a um radical, que consiste na forma básica das palavras. Esses elementos são denominados de afixos, e subdividem-se em prefixos, quando prepostos à palavra, e sufixos, quando pospostos. Mas deixemos as terminologias de lado, e vamos ao que interessa neste artigo.

Imigrante ou emigrante? Iminente ou eminente? Sei, como todos nós, você também já se deparou com essa dúvida.

Imigrante e emigrante

Para saber a diferença entre imigrante e emigrante é preciso agradar gregos e romanos (e não troianos). Ou seja, é preciso conhecer dois prefixos, um de origem latina e um de origem grega.

O prefixo latino in indica “movimento para dentro, negação ou privação”.

O prefixo grego e, que também antes de vogal tem a forma ex, indica “movimento para fora”.

Assim, a palavra migrante, que é o adjetivo que qualifica “aquele que muda de uma região para outra, ou de um país para outro”, adquire dois novos sentidos restritos quando acrescentamos o prefixo in ou o e:

Imigrante (in + migrante) = aquele que imigra, ou seja, que entra num país para nele viver.

Emigrante (e + migrante) = aquele emigra, ou seja, que sai de um país para viver em outro.

Na verdade, ambos os termos se referem ao mesmo indivíduo, mas de perspectivas diferentes. Do ponto de vista do país em que o migrante entra para viver, o migrante é visto ou chamado de imigrante. Já do ponto de vista do país que ele está deixando, ele é visto ou chamado de emigrante. Simples, não?

Veja os exemplos:

“No Brasil, os primeiros imigrantes russos foram os revolucionários da infortunada revolução russa de 1905.”

“Como o governo brasileiro havia concedido asilo político aos revolucionários, após a infortunada revolução de 1905, os revolucionários russos emigraram para o Brasil.”

Iminente e eminente

Quanto às palavras iminente e eminente, a questão aqui está mais para análise do significado do que para análise de seus elementos estruturais, enquanto iminente provém do latim imminens –entis, particípio presente de imminere (estar situado ou suspenso sobre) e daí adquirir o significado ou qualificativo “daquilo que está para acontecer ou está pendente”, a palavra eminente deriva da forma latina eminens –entis (elevado, alto, sublime). Embora a semântica (significação) as tenha separado, a etimologia (origem) ainda as mantém unidas, pois ambas derivam do mesmo termo latino minae –arum (saliência de um rochedo ou parede). Assim, ao longo dos anos, a dinâmica da língua e a agregação de novos elementos fizeram com que surgissem os dois termos, iminente e eminente, que, no entanto, trazem ainda reminiscências de seu elemento originário.

A saliência de um rochedo pressupõe altura, elevação, daí ter surgido a palavra eminente, com o significado de “elevado, alto, sublime, excelente”, mas, por outro lado, também pressupõe pendência ou algo pendente, daí ter originado a palavra iminente, que significa “ que ameaça acontecer em breve, que está por acontecer”.

Veja o exemplo:

“O eminente candidato nem desconfiava do desafio iminente que teria de enfrentar para vencer as eleições.”



 


Leia também:


    Warning: mysql_query(): Access denied for user ''@'localhost' (using password: NO) in /var/www/vhosts/educacao.cc/httpdocs/wp-content/themes/educacao/single.php on line 65

    Warning: mysql_query(): A link to the server could not be established in /var/www/vhosts/educacao.cc/httpdocs/wp-content/themes/educacao/single.php on line 65

    Warning: mysql_fetch_array() expects parameter 1 to be resource, boolean given in /var/www/vhosts/educacao.cc/httpdocs/wp-content/themes/educacao/single.php on line 69

Deixe uma resposta





educacao1.com.br // 2011-2015 // Deus seja Louvado // Política de Privacidade