Diferença entre Ouvir e Escutar, Entender e Compreender

Ouvir é a mesma coisa que escutar? Existe diferença entre entender e compreender? Veja esta importante comparação sobre o uso dessas palavras. Como entender e compreender melhor qualquer assunto?

» Página Inicial

Ouvir e Escutar

Ouvir  se compara a audição enquanto que escutar  é o conceito de prestar atenção aquilo que outra pessoa fala. É um ato involuntário pois podemos fazer esta ação inconscientemente. Já o ato de escutar é consciente e que abrange diversas áreas do cérebro.

- Menino você não me ouviu direito?

- Ouvi sim, eu só não escutei o que a senhora disse.

Pode parecer engraçado, mas há uma grande diferença entre os dois verbos. Como pode alguém ouvir e não escutar?

Ouvir refere-se aos sentidos da audição. A pessoa ouve apenas, mas pode ou não interpreta a comunicação.

Escutar requer mais que ouvir, ou seja, a pessoa tem que prestar atenção ao assunto, entender do que se trata, perceber o que foi dito, sentir as palavras, memorizar o assunto, opinar, levar em consideração e agir ou não em conformidade.

Para quem deseja ir bem nos estudos, progredir profissionalmente, escutar é a melhor opção e haverá necessita de prática. Nos dias de globalização, competição acirrada, as pessoas pouco escutam e desejam mais falar do que ouvir. No entanto, saber ouvir é um sábio conselho milenar que requer treinamento. Uma comunicação perfeita e sem ruídos requer atenção e bons ouvintes antes de qualquer coisa.

Havendo falha na comunicação haverá falhas nas relações, sejam elas conjugais, empresariais, nos negócios ou na escola. Pesquisas indicam que atualmente um dos maiores problemas de comunicação nas empresas é o fato dos funcionários de todas as hierarquias estarem mais preocupados consigo mesmos, com seus problemas não ouvindo seus parceiros e isto tem gerado infinitos conflitos que poderiam ser minimizados se as pessoas apenas escutassem mais ou invés de apenas ouvir.

Entender e Compreender

Assim como ouvir e escutar são palavras parecidas, mas com um sentido diferente e mais amplo, entender e compreender também são. Embora nos dicionários as palavras sejam sinônimas, elas apresentam diferenças cruciais e importantes.

As pessoas podem entender algo e não compreendê-lo, bem como não saber explicá-lo também.

Por exemplo, ao estudar química, o aluno aprende e entende que a fórmula da água é H2O, mas não compreende o seu significado, as moléculas que a compõe, que são necessárias exatas duas moléculas de hidrogênio e uma de oxigênio para formar a água. Ele entende, decora a fórmula sem compreender sua real definição.

Ter compreensão sobre os assuntos fará uma profunda diferença para subir os degraus de sucesso ou não de qualquer empreendimento em qualquer esfera da vida de um indivíduo. Compreender requer questionamento, perguntas e a busca pelas respostas. Para compreender não se pode ser apático, conformado, estagnado.

A dúvida e a busca da resposta fazem parte do ser racional. A natureza por si só fez do homem, um ser questionador, sempre procurando desvendar os mistérios da vida. Por esta razão a civilização fez e tem feito grandiosas descobertas. No entanto, a modernidade e a revolução tecnológica têm feito algumas pessoas se acomodarem e pararem no tempo.

Compreensão requer atenção, questionamento e principalmente tempo para pensar, analisar e conquistar o verdadeiro entendimento em todos os assuntos.

Como entender e compreender melhor qualquer assunto?

Agora que já sabemos o que significa cada termo citado no artigo, é hora de colocarmos esses conceitos em prática, entendendo e compreendendo de fato qualquer assunto!

Essas habilidades precisam ser desenvolvidas para o bem de todas as áreas de nossa vida, tanto pessoal, como familiar e profissional.

1-Definir um objetivo:

Para entender e compreender qualquer assunto, deve-se definir um objetivo, o que se deseja aprender?

Exemplos: escrever melhor, ler mais, raciocinar mais rápido e etc.

2-Várias formas de aprendizado:

Não é preciso ater-se somente a um item de aprendizado, como por exemplo a leitura. Pode-se deixar a criatividade fluir e buscar conhecimento também em:

3-Procurar uma pessoa que realmente entende do assunto a ser aprendido:

Aqui, vale buscar a ajuda de um professor, um escritor, um amigo que possui mais conhecimento ou um familiar.

4-Pesquise as fontes seguras:

A internet possui milhões de informações sendo recebidas e enviadas ao mesmo tempo. Por isso, nem todas as fontes são seguras, é preciso pesquisar a fundo sobre um determinado assunto e verificar se aquele conteúdo é mesmo verídico ou não.

5-Associar o conteúdo com a vivência prática:

Se alguém está estudando sobre pinturas e artes modernas, precisa visitar os museus, conversar com os artistas que atuam na área e etc, fazendo com que o conhecimento seja fixado com a prática.

6-Entender e aceitar os erros:

É normal nos equivocarmos com algum assunto, interpretando-o de forma errada. Não é nada útil ficar remoendo o assunto! Basta reconhecer o erro e seguir em frente, afinal, aprendemos com os erros também.

7-Fazer pausas estratégicas:

Estudar sobre um assunto interessante é muito bom, mas temos que saber a hora de parar e descansar a mente, até mesmo para que o conhecimento seja aprimorado no cérebro e consigamos armazenar as informações com mais facilidade, sendo útil para qualquer situação na vida, no pessoal à profissional.

Estamos em constante aprendizado em nossa vida. Não há como afirmar que sabemos de tudo, pois a mente humana é limitada, mas é possível aprender sobre qualquer assunto, basta empenhar-se, buscar o conhecimento correto, entender o que o mundo pode nos oferecer e aproveitar o que há de melhor na vida.

Em suma, podemos dizer que o ato de entender completa definitivamente o ato de compreender pois compreender algo significa que entendemos esta mensagem, recado, etc . . .

Para encerrar temos um fator "preguiça" que as vezes não deixa a gente perguntar e se aprofundar no conteúdo entendido e portanto compreendido.

FONTES:

entenderecompreender.blogspot.com/2011/01/entender-ou-compreender.html

comunidade.rockcontent.com/como-aprender-rapido

Por Redação, Telmo Falk e G Produções Editoriais


 
Veja também: