Frase, Oração e Período. Língua Portuguesa

Entenda o que é frase, oração e período na língua portuguesa. Veja os exemplos de quando usamos uma ou outra para expressar os vários tipos de ideias.

» Página Inicial

Cuidado!

Vamos!

Aqui não é o lugar certo para falar este tipo de assunto.

Nestes três tipos de enunciados pode-se perceber que há um sentido, uma ideia para transmitir algo.

Cuidado! – Esta frase transmite a ideia de algum perigo.

Vamos! – Dá a ideia de um convite a algo, ir a algum lugar.

Aqui não é o lugar certo para falar este tipo de assunto. – É uma frase com a clara ideia de um alerta para não falar certo assunto em um determinado lugar.

Frase

Frase é todo o enunciado que deixa clara a transmissão de uma ideia, de um pensamento, com palavras que não precisam necessariamente ser verbos, pronomes e etc.

A frase pode ser curta ou longa;pode ou não conter verbo.uma única palavra pode ser frase dependendo de como aparecer no contexto.

"A vida inteira que podia ter sido e que não foi."

Por favor,silêncio!

" Trinta e três...trinta e três...trinta e três...

-Respire."

Tipos de frases:

Frase verbal: Contem um ou mais verbos.

Ex: A professora corrigiu as provas.

Frase nominal: Não há verbos ou sujeitos.

Ex: Atenção!

Frase de contexto ou situação: São frases onde há fatores extralinguísticos auxiliando o entendimento, mas sem o uso de verbos.

Ex: Atenção pessoal, fogo no andar superior!

Existem outros tipos de frases interessantes:

Frase crichê: São aquelas vindas de provérbios, algumas com teor discriminatório. Ex: Mulher pilotando só se for no fogão.

Frases de expressão idiomática. São aquelas misturam a língua portuguesa com outro idioma. Ex: Ela está muito down hoje. = Ela está muito triste hoje, deprimida.

Frase coloquial. É aquela dita diariamente pelas pessoas, sem a preocupação da gramática. Ex: Tá certo.  To nem aí.

Oração

A oração envolve uma estrutura em volta de um verbo, com sujeito e predicado. Toda oração tem um verbo, podendo fazer sentido sozinha ou necessitando de outra para completar o sentido.

As orações podem ser:

Absolutas: São as frases completas, ou seja, são as frases verbais.

Ex: Trabalhei muito hoje.

Coordenadas: As orações estão juntas num período, mas podem ser separadas sem perder o sentido. Não dependem de uma outra para esclarecer uma ideia.

Ex. Cristo morreu. Ele ressuscitou ao terceiro dia.

São duas orações independentes, possuem sentido próprio.

Subordinadas: As orações dependem sintaticamente uma das outras para dar sentindo.

Ex: Ele se acidentou porque bebeu antes de dirigir.

Oração sem sujeito

É aquela orientada por um verbo que não aceita sujeiro,os chamados verbos impessoais.

Ocorre nas seguintes circunstâncias:

Quando o verbo haver significa existir.

muitos animais aqui.

Porém se for usado o verbo existir;a oração passa a ter sujeito.

Período

Período tem uma ou mais orações. O período pode ser:

Simples: Possui uma só oração (um só verbo)

Ex: A vovó ofereceu biscoitinhos de polvilho aos seus netos queridos.

Composto: Possui duas ou mais orações (dois ou mais verbos). Os períodos podem possuir orações coordenadas ou subordinadas.

Ex: Ele me amava e me odiava com seu olhar. – Oração coordenada.

Meu namorado quis que eu comprasse um relógio. – Oração subordinada

Misto: Possui 3 ou mais orações coordenadas e subordinadas, num mesmo período, com três verbos ou mais.

Ex: Ela chorava e soluçava nos ombros do amado que a socorrera. (duas primeiras são orações coordenadas e a última subordinada).

Um período pode terminar por ponto final,ponto de interrogação,ponto de exclamação ou reticências.

"hoje,velha e cansada de amargura,minha alma se abrirá como um vulcão."(Olavo Bilac)

"Po que não nasci eu um simples vaga-lume?"(Machado de Assis)

"Eu olhei-ela subiu,deu duas voltas imortais!"(Jorge de Lima)

"Não te irriteis po mais que te fizerem..."(Mário Quintana)


 
Veja também: